Você está em > Noticia > Notícias > WE INOVAi Fórum reúne 700 pessoas em Itajubá

Notícias

WE INOVAi Fórum reúne 700 pessoas em Itajubá

15/05/2018

Evento teve a participação de Empresários, empreendedores, universitários e representantes dos setores público e privado de Itajubá.

Empresários, empreendedores, universitários e representantes dos setores público e privado de Itajubá participaram do WE INOVAi Fórum – Desenvolvendo ambientes de negócios entre indústrias e startups. O evento, organizado pela INOVAi (Associação Itajubense de Inovação e Empreendedorismo), reuniu em torno de 700 pessoas no Teatro Municipal Christiane Riêra. 

“Este é o momento de coroação de todo esforço e empenho de muitos profissionais que, de forma voluntária, buscam o melhor para Itajubá. Nosso objetivo é construir um ecossistema sólido, dando continuidade a toda essa estrutura que já temos: cinco multinacionais, empresas nacionais de tecnologia, mais de 50 cursos de graduação e 14 cursos de mestrado e doutorado; tudo isso mostra toda a robustez desse nosso ecossistema”, disse o presidente da Regional Sul da FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais), André Luiz Martins Gesualdi. 

Para o reitor da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), Dagoberto Alves de Almeida, o WE INOVAi Fórum é “um encontro muito marcante, um ambiente muito positivo, um momento, extremamente singular para o município”. “Havia essa expectativa de todos na medida em que a INOVAi é a concretização do trabalho de muitas pessoas, ao longo das últimas décadas”, disse. 

Durante seu discurso, na abertura do evento, ele anunciou a cessão de uma área de 458 mil metros quadrados à INOVAi. Essa cessão, aprovada pelo Conselho Universitário da Unifei, em 7 de maio, terá validade de 50 anos. De acordo com o prefeito, Rodrigo Imar Martinez Riêra, “quando há parceria, tudo dá certo”. “Nesta noite, a Unifei dá mais esse importante passo, doando essa área para a INOVAi. Acredito que a inovação é importante para o nosso presente e para o nosso futuro”, completou. 

“Soube há pouco tempo sobre as iniciativas da INOVAi, mas desconhecia o fato de estarem tão avançadas, envolvendo todos os setores fundamentais para o sucesso do parque tecnológico e para todo ecossistema – a união de esforços das empresas, do poder público e das universidades. Esta é a visão correta”, disse o diretor geral do Parque Tecnológico de São José dos Campos e ex-ministro de Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp. 

Ele lembrou que os ambientes de inovação de São José dos Campos e de Itajubá têm muito em comum, o que permitirá um leque enorme de cooperação. “Podemos fazer uma série de parcerias, como estimular o intercâmbio entre as empresas residentes dos dois parques, uma vez que há muitas áreas em comum, como a aeronáutica”, completou. 

“A Inovai conecta os agentes e alinha as visões de inovação e de empreendedorismo em nossa região. O que antes eram desejos isolados de pessoas e instituições se transforma em uma poderosa sinergia, gerando ações para o desenvolvimento de Itajubá”, disse o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Itajubá, Georges Kallás. 

WE INOVAI FÓRUM

Durante o Fórum, foram realizadas palestras e um painel, que teve como tema central o “Papel das startups na revolução tecnológica da indústria”. O painel teve a participação de Carlos Vitor Rodrigues Conti, ex-CEO da Honeywell e diretor de Inovação da INOVAi; Haley Takano, CEO da startup Comprovei; e Alessandro Campos, pró-reitor da Unifei. O debate foi mediado pelo empresário Vasco Varanda Picchi, CEO da startup Safe Trace. 

Já as palestras foram ministradas pelo diplomata, líder do Projeto “Diplomacia da Inovação” em Minas Gerais, Juliano Alves Pinto; pelo presidente da EMBRAPII (Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial), Jorge Almeida Guimarães; e pelo presidente da FIEMG, Olavo Machado Junior. 

“Nosso país tem um espaço muito grande para inovar: temos a competência de nossas instituições, temos matéria-prima e temos assuntos que são bastante interessantes do ponto de vista da globalização, em todas as áreas. Cito como exemplos as áreas de saúde, agricultura, petróleo, óleo e gás, biodiversidade, enfim, na manufatura avançada e internet das coisas, entre tantas outras. Portanto, as empresas perceberam isso, e os exemplos são extraordinários – os parques tecnológicos, que estão crescendo e absorvendo muitas dessas iniciativas. O exemplo da EMBRAPII, que mostrei aqui, representa tudo isso: quanto já crescemos e quanto ainda vamos crescer nos próximos anos”, disse Jorge Guimarães. 

SOBRE A INOVAI

A INOVAi foi criada, em agosto de 2017, por um consenso entre entidades do governo federal, estadual e municipal de Itajubá, bem como pelas associações de classe dos setores da indústria, do comercio e instituições de ensino, por entenderem que Itajubá possui mecanismos de geração de renda e de empregos baseados na ciência, tecnologia e inovação. 

A associação se propõe a gerir, de forma colaborativa, as ações, projetos e atividades de inovação e empreendedorismo do município, como o programa de incubação de empresas de base tecnológica e o parque científico tecnológico, para consolidar o município como uma cidade com inteligência tecnológica. 

SÓCIOS FUNDADORES

A associação tem como sócios fundadores a Prefeitura Municipal de Itajubá; a Unifei; a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Governo de Minas Gerais (Sedectes); a Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas do Sul de Minas (Facesm); a Associação Comercial, Empresarial e Industrial de Itajubá (ACIEI); a Câmara de Dirigentes Lojistas de Itajubá (CDL); e o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Itajubá (SIMMMEI).

 

 

Fonte: Agência Contexto



Rua Cel. Rennó 07 | Prédio Central da UNIFEI | Centro
Itajubá - MG    +55 35 3629-1700